A importância da segunda desinfecção: TH4+® via gerador de fumaça

Avaliação realizada a campo

Foi realizada uma avaliação utilizando o TH4+® via gerador de fumaça em aviário de frango de corte no interior de São Paulo, noroeste do estado.

O objetivo do trabalho foi avaliar a redução da carga bacteriana antes e após a segunda desinfecção com TH4+ via gerador de fumaça, bem como avaliar a qualidade da fumaça gerada utilizando o produto puro.

O aviário alojava cerca de 17.000 aves, com o galpão medindo 160m x 15,40m totalizando 2.464m² de área.

O volume de TH4+ utilizado foi calculado a partir do volume total do aviário, em m³, conforme cálculo abaixo:

Comprimento x Altura x Largura = Volume total do aviário em m³

160 x 2,5 x 15,40 = 6.160m³

Para cada 1m³ de instalação foi utilizado 1ml de TH4+®, sob forma pura.

Então temos 6,160 litros de TH4+®.

O equipamento utilizado foi um modelo elétrico da marca WALDMAN, modelo SMOKE SHOT 3000X, como mostra foto na sequência:

1- Gerador de fumaça e TH4+®:

2- Formação de névoa dentro do galpão: TH4+® puro.

3- Coleta de swabs com luva estéril.

Ao todo, foram coletados 4 swabs, de quatro pontos diferentes do aviário, antes e depois da segunda desinfecção:

  1. Bebedouro
  2. Comedouro
  3. Forro
  4. Cortina interna

As coletas de swabs “pré segunda desinfecção” ocorreram em superfícies previamente limpas, e após a primeira desinfecção líquida. A coleta ocorreu sob superfícies secas. Os swabs “pós segunda desinfecção” foram coletados cerca de 10 horas após a aplicação do produto via gerador de fumaça.

Os resultados dos swabs coletados foram tabelados e dispostos em gráficos para melhor visualização. Cada gráfico mostra um ponto de coleta, sua carga microbiana e sua taxa de redução.

Conclusão

De acordo com os resultados podemos concluir que a desinfecção via gerador de fumaça utilizando o TH4+® é eficiente na redução da flora bacteriana remanescente. Em alguns pontos a redução da carga bacteriana chegou a ser maior que 99%, nível considerado excelente para esta via de aplicação a campo.

O resultado desta avaliação, via gerador de fumaça, assemelha-se com a avaliação realizada anteriormente utilizando o TH4+® via termonebulizador, onde também foram obtidas excelentes taxas de descontaminação.

Tais resultados mostram a segunda desinfecção como fator crucial na eliminação da flora remanescente das superfícies das instalações, fazendo com que o lote de animais chegue em um local menos contaminado e possa expressar seu máximo potencial zootécnico.

Além disso, a aplicação de TH4+® como segunda desinfecção via termonebulizador ou gerador de fumaça, confere outros benefícios como:

  • Uso de pouca água
  • Não molha o ambiente – não deixa chão nem cama úmidos podendo ser aplicado horas antes do alojamento
  • Rapidez do processo – economia de tempo para desinfecção de grandes áreas
  • Praticidade

Outra conclusão que podemos destacar, é a carga microbiana inicial do forro, superfície geralmente esquecida na hora da limpeza, o que resultou em alta carga microbiana inicial (6,1 x 10³ UFC/ml), a mais elevada de todas as superfícies. Nesta superfície, entretanto, houve excelente taxa de descontaminação após a segunda desinfecção (99,84%), indicativo da eficiência do processo.

Maurício Schiavo Marchi

MV – Técnico Comercial

THESEO SAÚDE ANIMAL

Entre em contato